Páginas

Minha foto
,um quase nada ou um quase tudo, pensamentos sinuosos, passos descompassados, heterônimos, música, letra, péssima memória, muitos desejos, alguns livros roubados, as três, bons amigos, um grande amor, muitas frases inacabadas e reticências...

Bateram à porta,


-->
era dia e alguém lá de cima chorava, as lágrimas caiam pesadas e sem piedade do que poderiam vir a atingir. Mas para ela, naquele dia as lágrimas eram sonhos divididos em gotas que leves e cheias de graça desciam do céu. Outra batida, um pensamento interrompido, o ranger de porta se abrindo e um sorriso encontrando o outro, depois uns braços encontrando os outros e seus lábios nos dele. Ela o guiou até a sala, Raziel a seguiu enquanto existiu caminho. Fim dos passos, tv desligada, um par de olhos refletidos. Havia uma gota de graça que de tão leve ela não sentiu em seu rosto, ele tirou com o dedo, ela agradeceu com olhos. Raziel a pegou nos braços levantando-a a menos de um palmo do chão, ela sentiu-se nas nuvens, quase podia tocar os pássaros que por ali passavam. Braços abertos no ar, pássaros coloridos, o reencontro com o teto. Seus pés voltaram ao chão frio e sem encontrar as palavras certas a serem ditas, calou-se, preferiu observar o vento nos cabelos de Raziel, observar o homem a sua frente, o mesmo homem que a fizera mulher. Um eterno observar passou-se em alguns segundos. Raziel a abraçou e ensinou-lhe as palavras certas: Eu te amo. Ela sem voz fez de suas palavras um ato e retribuiu-lhe o amor com um beijo. Quem chorava calou-se, as lágrimas foram substituídas por um sorriso em sete cores, ela encantou-se e ficou feliz em ter com quem dividir aquele momento. Encanto nos olhos, encontro de mãos, uma confissão de Raziel: As sete cores são tuas, botei meu nariz de palhaço e plantei bananeira pra calar o choro de criança e te ver sorrindo. Ela entregou-se as palavras, ao seu homem, e por amor o beijou novamente. Houve a entrega, janela aberta, mãos avulsas, o sofá, dois corpos e depois um só (...)



(nestas linhas que seguem, ela agradece agora não com um beijo, mas com palavras. Agradece não só ao arco-íris, como também as tantas luas já oferecidas. Agradece a seu anjo misterioso, seu amante, a seu amor)

6 comentários:

Glauludo disse...

Rapaiz tu ta uma Forest Gamp

Tu lari *-* disse...

auhsuhaushauhs esse glauberth não existe ¬¬'

asuahsuhauhsuhaush =p

amooooooooorrr, tah lindo, tu eh lindaa... To achando q essa hst aí é baseada em fatos reais =x uhsua =o
ESCREVENDO BEM PRA CARALHO!!! \O/

Eu te amo meu amor, eis ai tua paixão, teu remédio, tua profissão, o presente que Deus te deu, não despediça teu DOM! Tua cura e nossa salvação, através das tuas palavras, curarás mais gente que mil médicos, pensa nisso!

Lalah Portela disse...

Puxa vida!! Perfeito Li ^^ "um anjo e seu amor" s2 [suspiros]

Keyla Corrêa disse...

Oi Lilian, obrigada pela visita no meu blog. Quer dizer que o Guaraná Jesus é gostoso??? :) um abraço.

Parabéns pelo seu blog. Muito interessante.

Under Son disse...

Olá!
Prazer em conhecer você. Obrigado pela visita ao meu blog e parabéns pelo lirismo escancarado dos seus textos...
Bem vinda à minha confraria...

[L]ife is [G]ood disse...

Eu te amo mi lili lindaa ^^'
Tow morrendo d saudades...
te amoamoamoamoamo S2

tchim mãe do meu coração *.*

bjobjobjo e sim...


[qro te ler mais] =)